Colisão em Wing-Suit a 192 km/h causou danos menores



O Base Jumping é por si bastante perigoso, e se a este se juntar os saltos com “Wing Suit”, fatos que simulam as membranas de animais como o esquilo voador para aumentar o atrito entre o corpo e o ar, que transformam a velocidade vertical, em velocidade horizontal, o perigo aumenta substancialmente, com os trajectos de voo efectuados perto de obstáculos em altitudes perigosamente altas.
Uma das localizações preferidas para o Base jumping são claramente as montanhas.

Foi num destes cenários onde o desportista Jeb Corliss, durante um salto o desportista tentou a proeza de tocar no balão preto, a poucos centímetros da rocha, mas não conseguiu e acabou por chocar com a plataforma com os pés, enquanto “voava” a cerca de 192Km/h.
Durante o descontrole do choque, Jeb conseguiu abrir o para-quedas, e aterrar com alguma segurança, evitando males maiores.
Mais tarde, o desportista assumiu total responsabilidade pelo acidente,

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s