Portugal perde 1165 freguesias, mantém deputados


A UTRAT, Unidade para a Reorganização Administrativa do Território, avançou dia 5 de Novembro com uma proposta para a extinção, perdão, reorganização de freguesias no território de Portugal continental.
O novo plano administrativo afecta apenas os municípios do continente onde existem actualmente 4050 freguesias, das quais mais de duas mil vão desaparecer para dar lugar às novas Uniões de Freguesias. Estas uniões aglomeram duas ou mais das actuais freguesias, sendo que os municípios com maior número de freguesias em menor área são claramente os mais afectados. Coimbra, Guarda, Leiria e Sabugal são alguns dos concelhos onde estas medidas têm mais impacto, havendo uma redução entre 10 a 13 das actuais freguesias.
Na proposta ainda não estão incluídos os novos mapas administrativos dos concelhos de Alcobaça, Almeida, Alvaiázere, Covilhã, Fornos de Algodres, Fundão, Gouveia, Oliveira de Frades, Penela, Porto de Mós e Sátão.

Todas as Propostas, Pareceres e Mapas estão disponíveis no site da Assembleia da República neste endereço (clicar aqui)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s