Estudante é Expulso após Descobrir Falha de Segurança no Software da Escola


hamed_1.jpg
Ahmed Al-Khabaz era um estudante de 20 anos de Informática no Colégio Dawson em Montreal.

Membro do clube de desenvolvimento de software da sua escola, este trabalhava numa aplicação móvel para os estudantes conseguirem aceder às suas contas e respectivas notas quando descobriu uma falha no software da escola que permitia o acesso à informação de todos os alunos do colégio, desde números da segurança social, moradas, horários de aulas, números de telefone, etc.

Como dever moral, Ahmed decidiu chamar a atenção dos responsáveis para o problema, pois a sua própria informação também poderia ser acedida por qualquer outro estudante.

Após uma reunião com o Director dos Serviços de Informação e Tecnologia, François Paradis, este congratulou o aluno pela descoberta e prometeu resolver o problema em conjunto com a SkyTech, a empresa responsável pelo software.

Dois dias depois, o estudante resolveu usar o software Acunetix, usado para encontrar vulnerabilidades em websites, para garantir que o problema tinha sido corrigido. Minutos depois, recebe um telefonema em sua casa do presidente da Skytech, Edouard Taza. Durante o telefonema Edouard disse ao Ahmed que aquilo que estava a fazer poderia ser entendido como um ciber-ataque e se este não se encontrasse imediatamente com ele para assinar um acordo em como não divulgava dados sobre a falha, mandava-o para a cadeia. Ahmed, assustado e entendendo o telefonema como uma ameaça, assinou o acordo.

Já com o acordo assinado, Edouard Taza desculpa em parte as acções do estudante Ahmed por não ter más intenções, mas a administração da escola não entendeu a situação da mesma forma, acusando Ahmed de “Conduta Profissional Imprópria”.

Após reunião do departamento de Informática sobre o futuro do estudante, uma votação determinou a expulsão do aluno, sem este ter tido oportunidade de pronunciar uma palavra sobre a sua conduta.

Ahmed garante que a fuga de dados nas mãos erradas poderia dar origem a muitos problemas para os estudantes, como roubos de identidade ou serem vítimas de perseguição por pessoas mal intencionadas.
Este aluno considerado brilhante, com excelentes notas em todas as classes, vê-se agora com um quadro cheio de zeros, impedindo o acesso a outras instituições académicas e com um carimbo de má conduta ás costas, impedindo o seu progresso profissional.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s